Muricy, o salvador !

Chegou ao fim mais uma passagem de Muricy Ramalho pelo São Paulo. Diferente de sua passagem anterior, quando foi vice campeão da Taça Libertadores da América 2006 e Tri-Campeão Brasileiro 2006/2007/2008, desta vez ele veio para livrar a equipe Tricolor do rebaixamento no Brasileirão de 2013. Mais que isso, ele veio para ser o para raios do clube. Crise política, elenco fraco, pouco dinheiro para contratar. Alguém tinha que segurar o rojão. Sobrou pra ele. Já doente, não tinha mais o mesmo ímpeto de antes. O amor ao Clube, o fez aguentar mais do que um treinador de futebol precisa suportar. E mesmo com tantas adversidades, levou o São Paulo ao vice-campeonato Brasileiro em 2014. Cada dia mais doente, Muricy começou 2015 na raça. Passou por duas internações. Não conseguiu mais impor seu trabalho dentro de campo. O resultado foi uma equipe sem padrão de jogo, sem pegada, sem brio. O oposto do que sempre mostrou.

Abatido, entregou o cargo logo após a derrota para o Palmeiras no Paulista duas semanas antes. A diretoria não aceitou. E agora após outra derrota, diante do Botafogo-SP ele praticamente pediu socorro. E aí não teve como mante-lo no cargo. Muricy fez mais do que podia. E o torcedor Tricolor sabe disso. Por isso o reconhecimento da maioria. Saúde ao mestre.

Majestoso no Paulista. Vale nada, vale tudo.

Hoje teremos mais um majestoso. O segundo de 2015. Esse, válido pelo campeonato Paulista, Campeonato que não vale nada e não classifica pra lugar nenhum. Apesar disso,  ganhar é de suma importância. Principalmente para o Tricolor. Desde 2007 sem vencer o maior rival jogando no Morumbi, o jogo de hoje é a chance de quebrar esse tabu, e ainda por cima elevar a moral da equipe com o torcedor.  Derrotado pelo Corinthians na estréia da Taça Libertadores, o São Paulo está sob pressão, e outra derrota para o rival, mesmo em um campeonato sem importância, pode abalar de vez às estruturas, e comprometer o futuro da equipe na competição continental. Essa sim importante. Será mais uma vez um jogo tenso, e ganhar dependerá da entrega que cada equipe dará na partida. Nesse quesito o Corinthians sai na frente.  Cabe ao São Paulo reverter essa “vantagem”.

São Paulo x Corinthians se enfrentam hoje,  Domingo 08 de Março de 2015 às 16h no Morumbi.

Campeonatos estaduais

Assistindo UEFA Champions League, Campeonato Espanhol, Premier League e até mesmo a nossa mal administrada, mas charmosa, Taça Libertadores da América, eu fico inconformado. Afinal de contas, vendo tantos bons jogos e outros nem tanto, a pergunta que me faço é :   Por quê razão ainda temos campeonatos estaduais no Brasil? Tudo Bem, a maioria de nós cresceu vendo esses campeonatos. E com razão somos saudosistas, afinal de contas durante muitos anos eles foram tão ou mais importantes que o campeonato Brasileiro. Era a chance de ver um time grande, cheio de craques, jogar em nossa cidade, no nosso estádio. E era duro ganhar dos times do interior, Campos ruins, torcida no alambrado quase dentro do campo. Mas a realidade mudou. Hoje o campeonato Brasileiro é o mais importante do nosso calendário, além do título, oferece 3 vagas diretas e 1 indireta para a Taça Libertadores, que virou uma obsessão para os clubes brasileiros. A copa do Brasil também ganhou importância ao longo dos anos e é uma segunda opção para se classificar para a Libertadores. Pra piorar, nos últimos anos os tradicionais times do interior perderam a força, endividados, viraram objeto nas mãos dos empresários de jogadores. Montam equipes de 3 meses somente para jogar os estaduais. o resultado disso são jogos horríveis, baixa qualidade técnica e que só servem para ocupar espaço no calendário. Revela-se pouquíssimos jogadores. Enfim, os grandes clubes ficam sufocados com tantos jogos sem importância no começo da temporada. Porque esses campeonatos não oferecem vaga pra nada. Precisam conciliar esses jogos, com jogos realmente importantes,  Libertadores, Copa do Brasil, Brasileirão. No meio da temporada essas equipes estão mortas, jogadores arrebentados. E isso tudo porque tiveram que fazer 20 jogos inúteis, em campos ruins, contra equipes inexpressivas, para atender interesses de federações cada vez mais ricas. E nós, torcedores, temos que assistir a esses jogos ridículos. É hora de mudar.

A estréia do pato

Perder para o Corinthians na estréia da Taça Libertadores da América semana passada, não estava nos planos do São Paulo. Pior que isso foi a falta de empenho da equipe e o fato de não ter criado nenhuma jogada clara de gol. O jogo contra o Danúbio do Uruguai, no Morumbi, tornou-se de suma importância, vencer e convencer era preciso, trazer de volta a confiança da equipe e o apoio da torcida. Para isso o tricolor contou com a estréia de Alexandre Pato, que não atuou contra time de Parque São Jorge por questões contratuais envolvendo os dois clubes. Artilheiro do campeonato Paulista, ele era a esperança de gols da equipe Tricolor e não decepcionou. Marcou os dois primeiros gols de sua equipe, o primeiro uma pintura, criou jogadas, abriu a defesa da equipe uruguaia com sua boa movimentação. Parece que aos poucos Pato vai recuperando seu bom futebol, e isso será importante para o São Paulo na busca pelo Tetracampeonato da competição continental.

O Palmeiras vai bem….

Assistir-Palmeiras-x-Desportiva-ES-AO-VIVO-ONLINE-05-01-20152014 Foi o ano do centenário do palmeiras. Tirando as festividades e a conclusão da reforma do seu estádio, foi um ano pra se esquecer. Não ganhou nenhum título e ainda brigou pra não cair para a segunda divisão do campeonato brasileiro até a última rodada. Mas 2015 começa de um jeito diferente. A contratação do técnico Oswaldo de Oliveira foi acertada, calmo, com profundo conhecimento do futebol, sua presença inspira mais confiança do torcedor e acaba trazendo pra si a responsabilidade de vencer. Com as mais de 15 contratações, entre elas nomes como Zé Roberto e Dudu, que já estão atuando, e Arouca e Claiton Xavier, ainda em fase de preparação, o Palmeiras vem forte para essa temporada. Líder do grupo C do Campeonato Paulista, essa equipe promete trazer o orgulho do torcedor Alvi-Verde novamente. Não à toa o número de sócios torcedores vem crescendo a cada dia. É esperar pra ver.

São Paulo goleia e dá um chute na crise

Após o péssimo jogo de quarta feira contra o Corinthians pela Taça Libertadores da América, o São Paulo voltou à campo neste sábado diante do Audax pelo campeonato Paulista. Com Thiago Mendes no lugar de PH Ganso, que pediu pra não jogar, o Tricolor teve ainda o retorno de Pato ao ataque no lugar de Alan Kardek. Michel Bastos voltou a jogar no meio de campo. Diante de um adversário chato, que toca muito a bola, o time de Muricy Ramalho não encontrou dificuldades e acabou goleando por 4 x 0. Dois gols de Alexandre Pato e dois de Michel Bastos. Pato confirma a boa fase e é no momento uma das grandes esperanças de gol do Tricolor Paulista. Fácil ou não, o jogo serviu para acalmar os ânimos da torcida e diretoria e ainda elevar a moral dos jogadores. A equipe pode trabalhar em paz até o jogo da próxima quarta 25/02, contra o Danúbio do Uruguai no Morumbi pela libertadores. Qualidade a equipe tem, opções no banco também. Cabe ao técnico Muricy acertar a montagem tática da equipe, e aos jogadores fica a obrigação de se dedicar ao máximo dentro de campo, não aceitando a marcação adversária e buscando o gol sempre, na técnica, na raça ou como puder.

Dois extremos no majestoso. …

Foto: Sérgio Barzagui/Gazeta Press

Foto: Sérgio Barzagui/Gazeta Press

Após a partida de ontem, na Arena Corinthians uma coisa ficou clara: O Corinthians está voando e o São Paulo se arrastando. A Libertadores só começou para o Timão, marcação forte e compacta, espírito aguerrido e muita sede de ganhar. Tudo isso com muita organização tática, um time com a cara de Tite .  O Tricolor do Morumbi foi o oposto disso, futebol chato e burocrático, troca de passes que levam nada a lugar nenhum. No final, o placar foi justo. O erro do árbitro no segundo gol foi irrelevante, a vitória era óbvia desde o primeiro minuto de jogo.  Ao Corinthians cabe manter esse padrão de jogo e passará às oitavas com tranquilidade. Para o São Paulo, mudar a postura é fundamental, talvez a entrada de Centurion ajude a melhorar esse espírito de batalha , além de dar profundidade às jogadas.

Dória no São Paulo

Após vários dias de negociação, o São Paulo acertou a contratação do zagueiro Dória, ex-Botafogo, e que estava no Olimpique Marselha da França. Dória não disputou nenhuma partida pelo time principal, o técnico Bielsa não havia aprovado sua contratação, mas estava atuando pela equipe  B, e por isso está em condições físicas para atuar.

Após alguns anos sofrendo com uma defesa fraca, o Tricolor do Morumbi tinha a expectativa de contratar um nome forte para tomar conta da defesa. Dória é joven, alto, rápido e canhoto. Vem para ser o titular no lugar de Edson Silva, que apesar da boa temporada que fez em 2014, é muito lento e não inspira confiança.

Seu contrato vai até 30 de junho, caso o São Paulo passe para semifinal da Libertadores, existe a possibilidade de prorrogação do contrato até o fim da competição. Apesar do pouco tempo de contrato a aposta é válida e tem tudo pra dar certo. Dória entra em um time praticamente pronto, e que diante de um provável confronto contra o Corinthians, já na estréia da Libertadores, precisava de uma solução definitiva pra sua defesa.

 

A volta por cima do Sheik

Muita expectativa cercava a estréia do Corinthians na pré-Libertadores, contra o Once Caldas da Colômbia. A fiel torcida lotou a Arena Corinthians. Havia uma tensão no ar, afinal em 2011 o time de Parque São Jorge foi eliminado pelo Tolima, também da Colômbia, nessa mesma fase da competição. Seria mais um jogo complicado, muita retranca e catimba, teste para cardíaco. Quando o jogo começa o Corinthians parte para cima e o improvável acontece. Emerson Sheik, autor dos dois gols Corinthianos na final da Taça Libertadores de 2012, ídolo da torcida, mas que em 2014 foi colocado de lado por Mano Menezes e acabou sendo emprestado ao Botafogo. Onde pouco tempo depois foi dispensado. Sob desconfiança voltou, trabalhou e conquistou a titularidade. E em menos de um minuto, em jogada individual pela ponta esquerda tentou o cruzamento, a bola tomou o rumo do gol e encobriu o goleiro. Pronto, toda a tensão sumiu. O Corinthians sofreu menos que o esperado, jogou mais solto, mesmo com a bobagem de Paolo Guerreiro o time acabou goleando. Tão importante quanto a vitória, foi ver um ídolo renascer.

A Pré-Temporada no futebol brasileiro

Há muitos anos ouvimos as reclamações sobre a pré-temporada no futebol brasileiro. A conversa é sempre a mesma: Não tivemos os trinta dias de férias. O tempo é insuficiente pra montar a equipe. E por aí vai.

Aos poucos essa realidade está mudando, pelo menos na elite do nosso futebol está. Os trinta dias de férias têm sido respeitados nos últimos anos. E 2015 começa com novidades. Corinthians e Fluminense foram até a Flórida disputar um torneio contra Bayer Leverkusen e Colônia. Já o Flamengo, o Vasco e o São Paulo jogaram um triangular na Arena Amazônia. Dentre os benefícios desses torneios amistosos podemos citar: Preparação das equipes contra adversários fortes, que irão ajudar na montagem tática do time, além de adquirir ritmo de jogo. Compensação financeira que gera uma receita importante já na pré-temporada, algo em torno de mais de 1 milhão de Reais. E por último, a divulgação da marca do clube em um mercado diferente, conquistando novos torcedores e investidores.

Tomara que a  moda pegue, os clubes só tem a ganhar.